"Do tronco de Jessé sairá um rebento, e das suas raízes, um renovo" – Isaías 11.1 Obs: Comunidade localizada em São Paulo capital.

terça-feira, 1 de maio de 2012

OS CINCO PONTOS DO ARMINIANISMO.



1 - Vontade Livre. O primeiro ponto do Arminianismo sustenta que o homem é dotado de vontade livre. Os Reformadores reconhecem que o homem foi dotado de vontade livre, mas concordam com a tese de Lutero - defendida em sua obra A Escravidão da Vontade - , de que o homem não está livre da escravidão a Satanás. Arminius acreditava que a queda do homem não foi total, e sustentou que, no homem, restou bem suficientemente capaz de habilitá-lo a querer aceitar Cristo como Salvador.
2 - Eleição CondicionalArminius ensinava também que a eleição estava baseada no pré-conhecimento de Deus em relação àquele que deve crer. Em outras palavras, o ato de fé, por parte do homem, é a condição para ele ser eleito para a vida eterna, uma vez que Deus previu que ele exerceria livremente a sua vontade, num ato de volição positiva para com Cristo.
3 - Expiação Universal. Conquanto a ulterior convicção de Arminius fosse a de que Deus ama a todos, de que Cristo morreu por todos e de que o Pai não quer que ninguém se perca, ele e seus seguidores sustentam que a redenção (usada casualmente como sinônimo de expiação) é geral. Em outras palavras: A morte de Cristo oferece a Deus base para salvar a todos os homens. Contudo, cada homem deve exercer sua livre vontade para aceitar a Cristo.
4 - A Graça Pode Ser Impedida. O arminiano, em seguida, crê que uma vez que Deus quer que todos os homens sejam salvos, Ele envia seu Santo Espírito para atrair todos os homens a Cristo. Contudo, desde que o homem goza de vontade livre absoluta, ele pode resistir à vontade de Deus em relação à sua própria vida. (A ordem arminiana sustenta que, primeiro, o homem exerce sua própria vontade e só depois nasce de novo.) Ainda que o arminiano creia que Deus é onipotente, insiste em que a vontade de Deus, em salvar a todos os homens, pode ser frustrada pela finita vontade do homem como indivíduo.
5 - O Homem Pode Cair da Graça.. O quinto ponto do Arminianismo é a conseqüência lógica das precedentes posições do seu sistema. O homem não pode continuar na salvação, a menos que continue a querer ser salvo.

Nenhum comentário: