"Do tronco de Jessé sairá um rebento, e das suas raízes, um renovo" – Isaías 11.1 Obs: Comunidade localizada em São Paulo capital.

terça-feira, 1 de maio de 2012

"OS CINCO PONTOS DO CALVINISMO"!!



Muito se fala a respeito do calvinismo e muitas informações falsas são espalhadas como verdadeiras entre a comunidade evangélica a respeito desse assunto, e principalmente a respeito da doutrina da eleição. Esse pequeno texto buscar dar uma introdução rápida a doutrina da eleição e acabar com alguns mitos criados em torno dessa doutrina que é tida como bíblica e correta por muitos cristão tanto hoje como ao longo de muitos anos da história do cristianismo. Dentre os expoentes do pensamento cristão que defenderam a doutrina da eleição estão Agostinho, Lutero e obviamente João Calvino(que injustamente leva todo o crédito pela “elaboração” da doutrina). Por meio de uma breve explicação dos chamados 5 PONTOS DO CALVINISMO podemos ter uma idéia de qual era o pensamento de João Calvino a respeito da forma como Deus salva os homens.

Depravação Total
O homem foi criado por Deus com uma vontade livre, sem inclinação natural para o mal. Adão escolheu desobedecer a Deus e como conseqüência de seu erro morreu(legalmente) no momento em que comeu do fruto proibido. A morte espiritual de Adão (e de toda sua descendência) reflete-se na vontade do homem, agora naturalmente inclinada para o mal. A vontade do homem é totalmente depravada, uma vez que não é capaz de escolher nem tampouco desejar o bem.
Eleição Incondicional
Deus, em sua infinita misericórdia, escolheu incondicionalmente alguns homens para salvar, sem que os escolhidos tenham mérito nenhum. O critério dessa escolha é a vontade de Deus, exclusivamente Sua vontade, não é baseada no pré –conhecimento divino daqueles que creriam. Não é conseqüência , mas sim causa, da crença do homem em Jesus.
Expiação Limitada
Deus enviou ao mundo Seu Filho para cumprir toda a Lei e morrer sem pecado, para por meio de Seu sacrifício perfeito expiar os pecados dos eleitos de Deus, e somente dos eleitos. A expiação dos pecados por meio de Cristo não está disponível a todos os homens, somente para os que têm fé, e esses, somente a têm, porque foram escolhidos por Deus para a salvação, e d’Ele receberam a fé em Jesus.
Graça Irresistível
Aqueles a quem Deus escolheu para a salvação serão, inevitavelmente, alcançados pela graça de Deus em algum momento de suas vidas. Essa graça regenera o homem e liberta sua vontade natural totalmente depravada fazendo-o capaz de desejar o bem. A graça irresistível, depois de libertar a vontade do homem, atua em função de moldar eficazmente sua crença em favor de Cristo.
Perseverança dos Santos
A vontade regenerada do homem e sua postura temente a Deus, por ter sido gerada pelo próprio Deus, será por Ele também mantida e o escolhido, ainda que passe por momentos de dúvida e crises de fé, perseverará nos caminhos do Senhor até o fim de Sua vida. Um eleito em hipótese alguma perderá a coroa da vida, pois é o próprio Deus quem o mantém nos caminhos da justiça.

Nenhum comentário: