"Do tronco de Jessé sairá um rebento, e das suas raízes, um renovo" – Isaías 11.1 Obs: Comunidade localizada em São Paulo capital.

quinta-feira, 28 de março de 2019

ANÁLISE SOBRE SALMOS 22:16




A acusação dos Anti-Missionários:
A Bíblia hebraica traduz corretamente o Salmo 22: 16 e diz: "Eles cercaram minhas mãos e pés como um leão." A palavra ka'ari significa claramente "como um leão" como é evidente a partir de seu uso em Isaías 38: 13. Davi, sendo perseguido por seus inimigos, muitas vezes se referia a eles como "leões" (ver Salmos 7 e 17). No entanto, quando lido fora de contexto e querendo aludir a Yeshua, a bíblia cristã traduz mal o versículo para dizer: "Eles PERFURARAM minhas mãos e pés". A passagem intencionalmente faz você pensar em Yeshua.
Resposta da Crítica Textual:
Esta é uma situação em que não precisamos ser desviados da força do salmo por traduções defendíveis. Podemos entrar em todos os debates para saber se a palavra em questão é o substantivo "ari" mais a preposição, que significa "como um leão" ou se é derivado da raiz "cur" com um aleph medial que significa "perfurado". (Harris, R. Laird, Archer Gleason L., Waltke, Bruce M, Eds., Estudo das Palavras Teológicas do Antigo Testamento, (Chicago, IL: Moody Press) 1980)
No entanto, não precisamos fazê-lo pela simples razão de que O PONTO (O ASSUNTO) DE QUE FALA O TEXTO NÃO É ALTERADO, NÃO IMPORTA NEM QUAL DAS DUAS TRADUÇÕES SEJA USADA. Mesmo sabendo que os manuscritos mais antigos (LXX - septuaginta) dão pelo suporte à palavra "PERFURARAM", e que apenas os manuscritos com quase mil anos depois, do texto massorético apoiem o "como um leão", Não importa!! O fato óbvio é que ambas as opções de tradução são aceitáveis, E FALAM SOBRE UMA MESMA COISA (afinal um se um LEÃO ATACASSE AS MÃOS E PÉS DE SUA VÍTIMA, ELE OS "PERFURARIA" COM OS SEUS LONGOS DENTES, (e jamais ficaria apenas lambendo...) ISSO LEVA IMEDIATAMENTE AO SENTIDO DA OUTRA TRADUÇÃO MAIS ANTIGA E MAIS CORRETA: "ELES PERFURARAM MINHAS MÃOS E MEUS PÉS" !! Não há problema em aceitar a tradução "como um leão". Isto não é "adulteração" com o texto. Esta acusação realmente não é problema. É outro exemplo de manipulação rabínica posterior.
Aqui está uma citação de um bom comentário bíblico, conservador, que reconhece a questão textual. Este comentarista está reconhecendo e aceitando ambas as posições como razoáveis.
"As palavras 'eles transpassaram minhas mãos e meus pés' figurativamente descrevem tal lacrimejamento como se fossem animais." É claro que no Novo Testamento, essas palavras em referência a Jesus Cristo têm maior significado (Lc. 24: 39-40). (Walvoord, John F., e Zuck, Roy B., o comentário do conhecimento da Bíblia, (Wheaton, Illinois: Publicações da imprensa da escritura, Inc., 1983, 1985), Logos Research Systems Electronic Edition)
Reconhecemos que uma tradução cristã vai se inclinar para "perfurado" (Nova Versão Internacional, Nova Bíblia Americana Padrão, Versão Padrão Revisada, Versão Americana Padrão e KJV). Uma tradução judaica vai se inclinar para "como um leão" (Jewish Publication Society). O LXX (septuaginta) usa uma palavra que significa "perfurar, como quem perfura um poço". Isso é gráfico, não é? Todos temos nossa tendência teológica. No entanto, a integridade do texto não é comprometida se estamos lidando com uma decisão de tradução que é possível, defensável, e se encaixa no contexto. Ambos as traduções fazem exatamente isso. No entanto, esta palavra é simplesmente um pequeno detalhe na mensagem geral do próprio salmo.
Um apelo ao leitor seria considerar TODA A MENSAGEM DE TODO ESSE SALMO ao invés de fixar atenção em uma palavra que se encaixa de qualquer maneira (essa é uma tática antiga dede falácia anti-missionária, fixar toda atenção num pequeno ponto para se tentar com isso desacreditar a Yeshua como Messias, e acabar perdendo de vista A MENSAGEM INTEIRA do capítulo..... seria como ao olhar um grande bosque, chegar à conclusão que aquele bosque não existe, só porque ali foi vista uma única árvore, de uma determinada espécie de árvore rara, que talvez não fosse nativa dali, e assim sendo... segundo a lógica torcida deles... logo, se uma planta não deveria estar ali, então o bosque não existe!!). Não faça uma tempestade em um copo dágua. Poderia este ser um jogo de palavras que é deliberadamente concebido para levar o leitor a pensar em "morder" e "perfurar" ao mesmo tempo? Essa é uma possibilidade real, também. Yeshua se referiu ao salmo durante sua experiência de crucificação (Mateus 27:46, Mc 15: 34 ). Veja:
"E perto da hora nona exclamou Yeshua em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni; isto é, Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?" (Mateus 27:46)
"E, à hora nona, Yeshua exclamou com grande voz, dizendo: Eloí, Eloí, lamá sabactâni? que, traduzido, é: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?" (Marcos 15:34)
Isto é o que chama a nossa atenção para O SALMO INTEIRO. Na verdade, o Salmo 22: 16 nunca é citado no Novo Testamento. Os escritores judeus dos evangelhos viram numerosos paralelos exatos no salmo para a crucificação de Yeshua. Da mesma forma, os escritos rabínicos Yalkut vê conexões messiânicas nos versículos 8 e 16.
Um desses detalhes é o "morder" das mãos e dos pés. Não importa nem um pouco que maneira nós tomamos a palavra (como um substantivo ou um verbo). O FATO DA QUESTÃO É QUE AS MÃOS E OS PÉS FORAM FERIDOS. A tradução "como um leão" acaba também sendo boa por causa da imagem animal encontrada em todo o salmo. Se um leão MORDE as mãos ou os pés de uma vítima, os GRANDES DENTES caninos do leão FURARÃO AS MÃOS E OS PÉS da vítima DA MESMA FORMA que UM GRANDE PREGO ROMANO. O fato de que o salmo é considerado messiânico está bem estabelecido em material rabínico.
O Dr. Michael Brown resume esse material em seu livro Answering Jewish Objections to Jesus, volume três, páginas 118, 121-122:
"Rashi explica o versículo 26 [27] com referência ao" tempo de nossa redenção nos dias de nosso Messias ", então interpreta os versículos 27-29 [28-30] com referência às nações gentias voltando-se para o Senhor, o fim dos tempos, e o julgamento final.
"Pesikta Rabbati, o famoso midrash do século VIII, colocou algumas das palavras deste salmo nos lábios do MESSIAS SOFREDOR (chamado Efraim, mas associado com o filho de Davi), citando o Salmo 22: 8, 14 e 16 no contexto dos SOFRIMENTOS DO MESSIAS. De fato, o midrash declara explicitamente que "FOI POR CAUSA DA PROVAÇÃO DO FILHO DE DAVI, QUE DAVI CHOROU, dizendo: "A MINHA FORÇA SE SECOU COMO UM VASO DE BARRO (Salmos 22: 16). De acordo com este respeitado Comentário Rabínico, DAVID DESCREVEU OS SOFRIMENTOS DO MESSIAS NESSE SALMO 22!
"Vejamos mais detalhadamente os textos-chave:
"Durante o período de sete anos que precede a vinda do filho de Davi, os feixes de ferro serão colocados nele e carregados sobre seu pescoço até que o corpo DO MESSIAS esteja dobrado, então ele chorará e chorará e sua voz se elevará até a própria altura Do céu, e ele dirá a Deus: Mestre do universo, quanto pode minha força resistir, quanto pode meu espírito suportar, quanto tempo respirarei até que a minha respiração cesse, quanto podem meus membros sofrer, eu não sou de carne e osso ?
Foi por causa da provação do filho de Davi que Davi chorou, dizendo: A minha força se secou como um vaso de barro (Salmo 22: 16). Durante a provação do filho de Davi, o Santo, bendito seja, lhe dirá: Efraim, Meu verdadeiro Messias, há muito tempo, desde os seis dias da criação, tu tomaste esta provação sobre ti mesmo. Neste momento, sua dor é como a minha dor.
"Com estas palavras, o Messias responderá: 'Agora estou reconciliado, o servo se contenta em ser como o seu Mestre'" (Pesikta Rabbati 36: 2). [Da tradução padrão de William G. Braude, Pesikta Rabbiti: Discursos Homileticos para dias de Festale Sabbaths especiais, 2 vols. (New Haven: Yale, 1968), pp. 680-81]
"Além disso, é ensinado que no mês de Nisã os Patriarcas se levantarão e dirão ao Messias: Efraim, nosso verdadeiro Messias, apesar de sermos teus antepassados, tu és maior do que nós, porque tu sofreste pelas iniqüidades dos nossos Filhos, e terríveis provações te aconteceram ... Por causa de Israel, tornaste-te um riso e um escárnio entre as nações da terra; E te assentaste em trevas, em escuridão espessa, e os teus olhos não viram luz, e a tua pele se partiu aos teus ossos, e o teu corpo estava seco como um pedaço de madeira; E os teus olhos escureceram de jejum, e a tua força se secou como um pote, todas estas aflições por causa das iniqüidades de nossos filhos." Pesikta Rabbati 37: 1 [Ibid., Pp. 685-86] ESTE TEXTO EM ESPECIAL AINDA UNE O SALMO 22 À PROFECIA DE ISAÍAS 53, COMO AMBOS RELACIONADOS AO MESSIAS SOFREDOR.
"Efraim é um filho querido para mim ... Meu coração anseia por ele, em misericórdia terei misericórdia dele, diz o Senhor (Jeremias 31: 20 ). Por que o versículo fala duas vezes de misericórdia: Em misericórdia terei misericórdia dele? Uma misericórdia refere-se ao tempo em que ele será encerrado na prisão, um tempo em que as nações do mundo lhe rangerão os dentes todos os dias, piscam os olhos um para o outro em zombaria a ele, balançam a cabeça para ele com desprezo, Abrem largamente os lábios para gargalhar, como se diz. Todos os que me vêem riem-me de desprezo; Eles atiram no lábio, sacodem a cabeça (Salmos 22: 8); Minha força secou-se como um vaso de barro; E minha língua se apega à minha garganta; E tu me tendes no pó da morte (Salmo 22: 16 ). Além disso, rugirão sobre ele como leões, como é dito. Abriram a boca larga contra mim, como um leão raivoso e rugindo. Eu sou derramado como água, e todos os meus ossos estão fora do lugar; Meu coração se tornou como cera; É derretido nas minhas partes mais íntimas (Salmo 22: 14-15). Pesikta Rabbati 37: 1 [Ibid., 686-87. Todas estas citações pode ser encontrada no artigo de Internet útil no Salmo 22 encontrado no http://www.messianicart.com/chazak/ps22.htm .]
MAIS UMA VEZ ESTE TEXTO DO PESIKTA RABBATI RELACIONA FIRMEMENTE VÁRIOS ASPECTOS DO SOFRIMENTO CITADOS NO SALMO 22, COM OS SOFRIMENTOS DO MESSIAS SOFREDOR! ENTÃO O QUE MOSTRA QUE O SALMO 22, EM TODO O SEU CONTEÚDO, É UM SALMO SOBRE O MESSIAS, NÃO É APENAS A REFERÊNCIA A UM LEÃO COMO OS ANTI-MISSIONÁRIOS INSISTEM EM DIRECIONAR A ATENÇÃO DAS PESSOAS, MAS SIM, AS VÁRIAS DESCRIÇÕES DE SOFRIMENTOS, CONTIDAS E DESCRITAS DETALHADAMENTE POR TODA A EXTENSÃO DO SALMO 22 SE REFEREM INEQUIVOCAMENTE AO MESSIAS, SEGUNDO O PESIKTA RABBATI.
"Quanto ao Salmo 22: 16 [17], quase todos os manuscritos hebraicos medievais (conhecidos como Masoreticos) lêem ka'ari, seguidos pelas palavras "minhas mãos e meus pés ". Para Rashi, o significado é "COMO SE ESTIVESSEM ESMAGADOS NA BOCA DE UM LEÃO", enquanto o comentário de Metsudat David diz: "ELES ESMAGAM MINHAS MÃOS E MEUS PÉS COMO O LEÃO QUE ESMAGA OS OSSOS DA PRESA EM SUA BOCA". , A imagem é clara: ESSES LEÕES NÃO FICAM APENAS LAMBENDO OS PÉS DO SALMISTA, ELES ESTÃO PERFURANDO E RASGANDO-OS. [Deve-se notar que a leitura ka'ari, "como um leão", não é sem problemas, uma vez que não há NENHUM VERBO nesta cláusula. Em outras palavras, o hebraico literalmente lê, "COMO UM LEÃO MINHAS MÃOS E MEUS PÉS", exigindo a adição das palavras "eles estão em" na maioria das traduções judaicas contemporâneas. Assim, A BÍBLIA JUDAICA traduz, "Como leões [ELES MORDEM] minhas mãos e pés" (ACRESCENTAM O VERBO MORDER QUE NÃO ESTÁ ESCRITO EM NENHUM LUGAR DO TEXTO HEBRAICO ORIGINAL (com referência a Rashi e Isaías 38: 13 na nota de rodapé). Cf. Rozenberg e Zlotowitz, The Book of Psalms, 122, 127. Stone traduz, "Como [a presa de] um leão são as minhas mãos e os meus pés."]
Dada a linguagem metafórica dos versos circundantes (cc 12-21 [13-22]), A imagem vívida dos leões mordendo graficamente transmite a grande agonia física do sofredor. Isto DE FORMA NENHUMA CONTRADIZ A IMAGEM DE UMA VÍTIMA CRUCIFICADA, seus ossos fora da articulação, escarnecedores em torno dele e zombando dele, suas roupas retiradas dele e divididas entre os seus inimigos, os pés e as mãos rasgados com pregos, e o seu corpo pendurado em pedaços de madeira.... O SALMO 22 INTEIRO, COM RIQUEZA DE DETALHES, DESCREVE NUMEROSOS FATOS QUE ACONTECERAM NA CRUCIFICAÇÃO DO MESSIAS YESHUA, COMO SE ALGUÉM ESTIVESSE VENDO A CENA E DESCREVENDO-A... E ISSO 1.047 ANOS ANTES DE YESHUA NASCER!!
"Na verdade, a Septuaginta, A MAIS ANTIGA E ORIGINAL TRADIÇÃO JUDAICA existente do Tanakh, foi a primeira a traduzir o hebraico como "ELES PERFURARAM MINHAS MÃOS E MEUS PÉS" (usando o verbo oruxan em grego), seguido pela Peshitta Siríaca em dois ou três séculos após.... Não só isso, mas a cópia hebraica mais antiga dos Salmos que possuímos (dos Pergaminhos do Mar Morto, que datam do século anterior a Yeshua) lê o verbo neste verso como ka'aru (PERFURARAM) (e não ka "Ari", como um leão), [Esta observação anula completamente a alegação do Rabino Singer que diz que "quando as palavras originais do salmista são lidas, qualquer alusão a uma crucificação desaparece".]
uma leitura também encontrada em cerca de uma dúzia de manuscritos Massoréticos medievais - reconhecidos como os textos autoritativos no pensamento judaico tradicional - onde em vez de ka'ari (encontrado em quase todos os outros manuscritos Masoreticos) Os textos dizem ka'aru ou karu. [Cf. Martin Abegg Jr., Peter Flint e Eugene Ulrich, eds. (São Francisco: Harper San Francisco, 1999), 519: "O salmo 22 é um favorito entre os cristãos, uma vez que é muitas vezes ligado no Novo Testamento com o sofrimento e a morte de Yeshua. Uma leitura bem conhecida e controversa é encontrada no versículo 16, onde o texto Masorético tem 'Como um leão são minhas mãos e pés', enquanto a Septuaginta (muito mais antiga e próxima do original) tem 'Eles transpassaram minhas mãos e pés'. Entre os pergaminhos do Mar Morto (mais antigos ainda), a leitura em questão é encontrada apenas no rolo dos Salmos encontrado em Nahal Hever (abreviado 5 / 6HevPs), que diz: "Eles perfuraram minhas mãos e meus pés!"] (Os estudiosos hebreus acreditam que isto vem de uma raiz que significa "escavar para fora" ou "atravessar.") Assim, a mais antiga tradução judaica (A Septuaginta) traduz "ELES PERFURARAM", O manuscrito judaico mais antigo (dos Pergaminhos do Mar Morto) lê ka'aru (perfuraram), e não ka'ari (como um leão), e vários manuscritos de Masoreticos lêem ka'aru ou karu em vez de ka'ari. ESTÁ NÃO É UMA INVENÇÃO CRISTÃ." [Em contraste com isto, apenas um manuscrito Masoretico lê ka'aryeh ("como um leão", "aryeh é uma ortografia variante para 'ari," leão "). Delitzsch (Salmos, 1039) aponta para esta mesma forma, e ele observa que "percebendo esta [dificuldade da tradução" como um leão no contexto], a Masora em Isaías38:13 observa que k'ari nas duas passagens em que ocorre (Salmos 22: 17, Isaías38:13 ), ocorre OCORRE EM DOIS SIGNIFICADOS DIFERENTES, assim como o Midrash também entende k'ri no Salmo como um verbo usado para marcar com conjuração, caracteres mágicos."]
Os anti-missionários tentam fazer o caso de que as traduções cristãs do Salmo 22: 16 contêm invenções sutis, intencionais, que seriam tentativas deliberadas para levar o leitor a pensar em Yeshua. No entanto, acreditamos que quando a evidência é examinada não há NENHUMA FABRICAÇÃO SUTIL OU INTENCIONAL PRESENTE. MAS PELO CONTRÁRIO, O SALMO 22 INTEIRO É UMA AMPLA DESCRIÇÃO LITERAL DA CRUCIFICAÇÃO E MORTE DE YESHUA. Admitimos livremente que o texto do Salmo 22: 16, definitivamente faz o leitor pensar em Yeshua, bem como o Salmo inteiro!
Mas Por quê?
Porque Ele, o Messias de Israel, cumpriu perfeitamente tudo o que foi predito sobre Sua crucificação. Não há adulteração do texto aqui, apenas maravilhosa revelação divina!

Nenhum comentário: