Obs: Comunidade localizada em São Paulo capital.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

SHEMOT: SEIS JARROS DE PEDRA

 SHEMOT: SEIS JARROS DE PEDRA

por Ben Burton


“Quando o vinho entra, os segredos são revelados.”

Sanhedrin 38a


SHILOH








Perto da conclusão do livro de Gênesis, Yaakov profetiza sobre seus 12 filhos, e sobre Judá ele diz:


“O cetro não se retirará de Judá, nem o bastão de governador dentre seus pés, até que venha SHILOH. A ele será a obediência dos povos. Ligando seu potro à videira, seu jumentinho à videira escolhida, ele lavou suas vestes no vinho, suas vestes no sangue das uvas. Seus olhos estarão vermelhos de vinho, seus dentes brancos de leite. ”

Gênesis 49: 10-12


O Targum Yonatan diz,


“Os reis não cessarão da casa de Judá, nem os soferim (escribas) ensinando a Torá dos filhos de seus filhos, até o momento em que o Rei Meshiha vier, de quem é o reino, e para quem todos os reinos da terra serão obedientes. Quão bonito é o Rei Meshiha, que se levantará da casa de Yehudah! (…) Suas vestes ficarão imersas em sangue e ele mesmo será como o suco do lagar. Mais belos são os olhos do Rei Meshiha do que o vinho puro; eles não olharão para o que é impuro, ou para o derramamento do sangue de inocentes. Seus dentes são empregados de acordo com o preceito, ao invés de comer coisas violentas e estupradas; suas montanhas se tornarão vermelhas com vinhas, e seus lagares com seu vinho, e suas colinas serão brancas com muito milho e com rebanhos de ovelhas ”.

Targum Yonatan em Gênesis 49 [1]


O Targum, portanto, identifica ‘Shiloh’ com Mashiach. Incrivelmente, Shiloh tem a mesma gematria que ‘Moshe’,


משה = שילה = 345


O Targum também interpreta que "suas vestes serão mergulhadas em sangue", como diz o livro do Apocalipse,


“Ele está vestido com uma veste borrifada com sangue. Seu nome é chamado de A Palavra de D'us. ”

Apocalipse 19:13


O profeta Isaías diz,


“Quem é este que vem de Edom, com roupas tingidas de Bozra? este que é glorioso em suas vestes, marchando na grandeza de sua força? Sou eu que falo com justiça, poderoso para salvar. Por que você está vermelho em suas roupas, e suas vestes são como aquele que pisa no barril de vinho? Eu pisei no lagar sozinho, e dos povos não havia ninguém comigo; sim, eu os pisei na minha ira, e os pisotei na minha ira; e seu sangue vital é aspergido em minhas vestes, e eu manchei todas as minhas roupas. Pois o dia da vingança estava em meu coração, e o ano dos meus remidos chegou. ”

Isaías 63: 1-4


O Ramchal, R ’Moshe Chayim Luzzato (1707 CE -1746 CE), responde à pergunta:" Quem é este que vem de Edom? "


… ועתה הנני מפרש לך סוד אחד חתום מאד והוא מה שכתוב מי זה בא מאדום וגוי [ישעיה סג, א] וכל זה הוא הוי


"Vou explicar a você um certo SOD que está completamente selado e se refere ao que está escrito:" Quem é este que vem de Edom ... '(Yeshayahu 63: 1). Este é o Tzadik, e ele é Mashiach ben Yosef. ”

Ramchal, Ma’amar HaGeulah, Secrets of the Redemption, Traduzido por R ’Mordecai Nissim, Feldheim Press, pg 118


Kol HaTor, escrito por R ’Hillel Shklover, o discípulo do Vilna Gaon, fala da unificação de Mashiach ben David e Mashiach ben Yosef,


“Tudo isso é verdade no início da Redenção, quando a madeira de Yosef e a madeira de Judá forem “pedaços de madeira em suas mãos”, quando ainda estão divididos em dois, no nível do despertar de baixo. No momento da redenção completa, entretanto, quando os dois pedaços de madeira se tornarem “um em Minha mão” (a mão de Deus), então os meshichim serão como dois amigos inseparáveis; eles terão se tornado UM, eles terão se tornado o Rei Mashiach que está no nível do amigo confiável do redentor final, Moshe Rabbeinu, que ele descanse em paz. ”

Kol HaTor 2.1, traduzido por R ’Yechiel Bar Lev e K. Skaist


A GAZELA


Na Parashat Shemot (Êxodo 1: 1-6: 1), o primeiro Redentor de Israel nasce, e em um esforço para salvar sua vida, ele está escondido em uma cesta (teivah) entre os juncos do Nilo, e é descoberto pela filha do Faraó. Depois que ele foi desmamado, ele foi adotado no palácio egípcio,


“A criança cresceu, e ela o trouxe para a filha de Faraó, e ele se tornou seu filho. Ela o chamou de Moisés e disse: “Porque eu o tirei da água”.

Êxodo 2:10


Curiosamente, Moisés é um nome comum no Egito e significa 'nascido' ou 'filho'. R 'Ari Kahn comenta:


“Portanto, vemos que não apenas Moisés tem um nome egípcio, mas seu nome está impregnado de conotações idólatras. É irônico que o salvador dos judeus seja visto como um deus pelos egípcios. ”

R ’Ari Kahn, M’oray HaAish, Moshe, o surgimento de um líder, Aish.com [2]


Como Moshe, Yosef HaTzadik, também foi nomeado por um egípcio,


"Faraó chamou o nome de Yosef de Tzofnat-Paneach ..."

Gênesis 41:45


Como Yosef, Moshe foi rejeitado por seus irmãos,


 “Quem fez de você um príncipe e juiz sobre nós? Você planeja me matar, como matou o egípcio? Moisés estava com medo, e disse: Certamente esta coisa é conhecida. ”

Êxodo 2:14


A rejeição de Moshe levou à ocultação do Redentor. O Midrash Rabbah comenta,


‘Meu amado é como uma gazela’, pois a gazela aparece e depois desaparece, então o primeiro redentor apareceu e depois desapareceu. R. Berekiah em nome de R. Levi disse: Como o primeiro redentor foi, assim será o redentor final. O primeiro redentor foi Moshe, que apareceu para eles e então desapareceu. . . O redentor final também aparecerá para eles e então desaparecerá. . . Pois ele desaparecerá de sua vista e aparecerá novamente para eles ... ”

Numbers Rabbah 11, Soncino Press Edition


Neste ponto, Moshe Rabbeinu, o Redentor, aparece como um "egípcio" e se esconde na terra dos gentios,


“Agora o sacerdote de Midiã tinha sete filhas. Elas vieram e tiraram água e encheram os bebedouros para dar água ao rebanho de seus pais. Os pastores vieram e os expulsaram; mas Moisés levantou-se, ajudou-as e deu de beber ao rebanho. Quando chegaram a Reuel, seu pai, ele disse: Como é que você voltou tão cedo hoje? Eles disseram: ‘Um egípcio nos livrou das mãos dos pastores e, além disso, tirou água para nós e deu de beber ao rebanho”.

Êxodo 2: 16-19


O Midrash Rabbah comenta sobre esta passagem,


“Era então Moisés um egípcio? Não, ele era hebreu, mas seu vestido era egípcio. ”

Exodus Rabbah 1:32, Soncino Press Edition


R ’Shloma Majeski diz,


“A definição de crença judaica é aquela que está escrita na Torá. Isso define a crença judaica. Esta possibilidade - que Mashiach venha, e após sua vinda e revelação haja uma interrupção, e só depois ele complete o processo - isso é encontrado em vários lugares na Torá. Deixe-me mencionar apenas alguns. Um é Midrash Rabba Shir HaShirim 2:22, no pasuk "Domeh dodi l'tzvi". E o Midrash diz, assim como um cervo é revelado e escondido e novamente revelado. Eu acho que significa que quando ele corre, ele corre entre as árvores - você vê e depois não vê. Foi o que aconteceu com Moshe Rabbeinu no Egito. Ele veio, e então ele foi escondido por alguns meses - existem diferentes opiniões sobre quantos meses - e então ele foi revelado novamente e tirou os judeus de Mitzrayim. O Midrash conclui que a mesma coisa acontecerá com Mashiach: Ele será revelado, então será escondido e então será revelado novamente. Na verdade, o Midrash diz que quando ele estiver escondido, será um momento muito difícil. Haverá pessoas que deixarão de acreditar nele por causa disso, e no final das contas ele virá. Esta mensagem também está em Rashi, em Daniel 12:12. O pasuk diz: "Ashrei ha’m’chakim" (afortunados são aqueles que esperam por Mashiach). Rashi diz que isso não é apenas falar sobre as pessoas em geral que esperam por Mashiach ... afortunados são aqueles que esperarão por Mashiach depois que ele for revelado, e depois ele for escondido e então revelado novamente. Nesse intervalo de tempo: afortunados são aqueles que perseveram em sua Emunah (Fé). Na verdade, Rashi diz que isso é trazido à tarde, no Sidur, o “Yotzer” para Parashas HaChodesh. Qualquer pessoa pode pesquisar. Está no Rav Yaakov Emden Siddur. Diz a mesma coisa: Mashiach virá, será revelado, então ele será escondido e revelado novamente. Também é encontrado na parashá desta semana, Parshas Shemot. Rabbeinu Bechaye, no final da parashá, diz: “Moshe Rabbeinu veio, então ele foi escondido, e então ele voltou para tirar o Yidden de Mitzrayim (judeus do Egito)”. E ele escreve que o mesmo acontecerá com Mashiach, como diz: "Kimei tzeis’cha m’Eretz Mitzrayim ar’enu niflaos." Esta redenção será semelhante à redenção nos tempos de Mitzrayim ( Egito). O Chasam Sofer, um dos maiores mestres da halacha em nossas gerações recentes, também escreveu em seu seifer, Toras Moshe, nesta parashá, Shemot. No final da parashá, ele diz que o fato de Moshe ter partido por seis meses foi um grande teste. O mesmo será b’yimei Moshiach Tzidkeinu, yinelam achar nisgaleh (nos dias de Mashiach Tzidkeinu, ele ficará oculto depois de ser revelado), e precisaremos da ajuda especial de Hashem para enfrentar esse teste. Como mencionado antes, o Arizal em Seifer Shaar HaGilgulim também diz a mesma coisa - que ele virá, e como Moshe Rabbeinu, ele desaparecerá, irá embora, nós não o teremos. Então ele vai voltar e tirar todo o Yidden de Galus. ( judeus do Exilio) "

Rabino Shloma Majeski, Um Prefácio a Mashiach: Definindo o Registro, Mashiach e Geula, BeisMoshiach.org [7]


Como o primeiro redentor foi, assim será o redentor final. Assim como o primeiro redentor estava oculto no pólo oposto de Israel, o Egito, Mashiach também deve ser oculto em um extremo polar oposto de Israel, Edom. Na literatura rabínica, “Edom” é um termo para o Cristianismo. Mashiach está escondido no Cristianismo, como Yosef e Moshe estavam escondidos no Egito.


O BURRO


O burro e sua ligação com ‘Shiloh’ são mencionados pela primeira vez em Gênesis 49,


“Ligará seu jumentinho à videira, o jumentinho de seu burro à videira escolhida; ele lavou suas roupas em vitória e, suas vestes no sangue de uvas. ”

Gênesis 49:11


O burro está historicamente relacionado com a Redenção. Sansão lutou nas batalhas de HaShem com a queixada de um jumento (Juízes 15:15), e o rei Davi foi enfrentar Golias de Gate com um jumento,


“Jessé pegou um jumento carregado de pão, uma garrafa de vinho e um cabrito, e os enviou por seu filho Davi a Saul.”

1 Samuel 16:20


A mensagem central da redenção ocorre em Gênesis 22, que fala do Akedat Yitzchak ( sacrifício de Isaque) em conexão com o jumento,


“Abraão se levantou de manhã cedo, selou seu jumento e levou consigo dois de seus rapazes e Isaque, seu filho. Ele partiu a lenha para o holocausto, levantou-se e foi para o lugar que Deus lhe havia falado. ”

Gênesis 22: 3


O retorno de Moshe a Israel está relacionado com um burro,


“Moisés tomou sua esposa e seus filhos, e os colocou sobre o jumento, e ele voltou para a terra do Egito ...”

Êxodo 4:20


Curiosamente, o hebraico de Êxodo 4 não diz “um jumento”, mas sim “O jumento”. Rashi comenta sobre este detalhe,


על החמר: חמור המיוחד, הוא החמור שחבש אברהם לעקידת יצחק והוא שעתיד מלך המשיח להגלות עליו, שנממר ורי בלות עליו.


“No burro. O burro particular. É o jumento que Abraão selou para amarrar Isaque, e é aquele sobre o qual o Messias, o Rei, está destinado a ser revelado, como diz, "um homem humilde, montado em um jumento".

Rashi a Êxodo 4:20, Editores Mesorah pg. 37, cf. Pirkei de-Rebbi Eliezer 31


Rashi está citando Zacarias 9: 9,


“Alegra-te muito, filha de Sião! Grite, filha de Jerusalém! Eis que o seu Rei vem até você! Ele é justo e tem salvação; humilde, e montado em um burro, até mesmo em um jumentinho, o jumentinho de um burro. ”

Zacarias 9: 9


O Talmud comenta,


“R. Alexandri disse: R. Joshua b. Levi apontou uma contradição. está escrito, a seu tempo [virá o Messias], ao passo que também está escrito, Eu [o Senhor] o apressarei! Se forem dignos, apressarei; se não, [ele virá] a seu tempo. R. Alexandri disse: R. Josué opôs dois versículos: está escrito, e eis, um como o filho do homem veio com as nuvens do céu, enquanto [em outro lugar] está escrito, [eis que vosso rei vem a vós. . . ] humilde, e montado em um burro! Se eles forem meritórios, [ele virá] com as nuvens do céu; se não, humilde e montado em um burro. ”

Sanhedrin 98a, Soncino Press Edition


Comentários de Kol HaTor,


“Uma pessoa humilde, montada em um burro” - Mashiach ben Yosef é uma pessoa humilde .... “Fui rebaixado e ele me salvou.” Sua humildade o protege da morte. ”

Kol HaTor 2.114, traduzido por R ’Yechiel Bar Lev e K. Skaist


O Artscroll Siddur diz:


“Com a vinda e a chegada da estação do amor de Deus ... a gazela (Deus) observou através das janelas de treliça e aplicou uma cura à nação ensanguentada. Ele saltou no tempo para realizar maravilhas e multiplicar novos mandamentos sobre os antigos ... Desde o início, o Senhor estabeleceu Nissan como o primeiro, mas não revelou seu entendimento no livro possuído por Adão ... foi santificado no início, após um terceiro [décimo de Nissan], em seu meio e depois de sua maioria observar, santificar a lua nova, levar um cordeiro para a Pesach ... seu início está reservado em cada geração, para a vinda do mendigo montado em um burro [Messias]…"

Yotzer para Parashas HaChodesh, Artscroll Nusach Sefard Siddur, Mesorah Publishers, pg. 949


Êxodo fala do nível incrível de Moshe em seu relacionamento com HaShem,


"HaShem falou com Moisés cara a cara, como um homem fala com seu amigo ..."

Êxodo 33:11


A Torá distingue Moshe de outros profetas,


“Ele disse: Ouça agora minhas palavras. Se houver um profeta entre vocês, eu, HaShem, me darei a conhecer a ele em uma visão. Vou falar com ele em um sonho. Meu servo Moisés não é assim. Ele é fiel em toda a minha casa. Com ele falarei boca a boca, claramente, e não em enigmas; e ele verá a forma de HaShem. Por que então você não teve medo de falar contra o meu servo, contra Moisés? ”

Números 12: 6-8


O Talmud comenta,


כל הנביאים נסתכלו באספקלריא שאינה מאירה, משה רבינו נסתכל באספקלריא המאירה

יבמות דף מט.ב


“Todos os profetas olharam para um vidro opaco (espelho escuro) אספקלריא, mas Moisés olhou através de um vidro transparente (espelho brilhante).”

Talmud, Yevamoth 49b, Soncino Press Edition


Deuteronômio diz,


“Não surgiu um profeta desde então em Israel como Moisés, a quem HaShem conheceu face a face ...”

Deuteronômio 34:10


O Ralbag, R ’Levi ben Gershon (1288 CE - 1344 CE), comenta sobre esta passagem,


“'Não surgirá profeta como Moisés' (Deuteronômio 34.10) que foi profeta somente em Israel, mas haverá um profeta deste povo para as nações e este é o Rei Messias, como diz no Midrash, “Eis que meu servo prosperará”, de modo que será maior do que Moisés. E é explicado que os milagres que ele fará serão maiores do que os de Moisés. Moisés só trouxe Israel sozinho para o serviço de D'us que ele seja abençoado com novos milagres, e ele traga  (o Messias) todas as nações para servir a D'us bendito seja ele. Como está escrito: 'Então todas as nações se converterão em linguagem pura, todas invocarão o nome de D'us.' (Sof. 3.9) Esta fé surgirá devido aos milagres maravilhosos que serão vistos para todos os fins do mundo por todas as nações, e esta é a ressurreição dos mortos ”

Ralbag sobre Deuteronômio 34:10, traduzido por Moshe Shulman [6]


Maior que Moshe! Isso parece impensável. Foi Moshe quem trouxe a revelação da Torá. No entanto, o Midrash Tanchuma diz,


שיר למעלות אשא עיני אל ההרים וגו ’(תהלים קכא), זשה”כ (זכריה ד) מי אתה הר הגדול? לפני זרובבל למישור. זה משיח בן דוד, ולמה נקרא שמו הר הגדול? שהוא גדול מן האבות… ירום מאברהם… ונשא ממשה… וגבה כמלאכי השרת


“Uma canção para as subidas. Levantarei meus olhos para as montanhas, [de onde virá minha ajuda?] ”Com referência a isso, o versículo afirma:“ Quem és, ó grande montanha? Diante de Zerubavel, você será uma [mera] planície. Isso se refere a Mashiach, filho de Dovid. Por que o chama de “grande montanha”? Porque ele é maior do que os Patriarcas, como está declarado: "Eis que meu servo prosperará, será exaltado, elevado e se tornará excessivamente honrado." Ele será mais “exaltado” do que Avraham, ele será “elevado” mais do que Moshe, e “se tornará extremamente honrado” mais do que os anjos ministradores ”.

Midrash Tanchuma, Bereshis, Volume 2, Toldot 14, traduzido por Avrohom Davis, pg. 75-76 [4]


O Maharal, R ’Judah Loew ben Betzalel (1520 DC - 1609 DC) comenta sobre esta passagem em conexão com o burro (chamor),


“É razoável perguntar como este jumento é diferente dos outros - por que a Torá destaca este? Um burro é um burro! O midrash indica que este burro foi criado no crepúsculo; é o burro que Moshe montou, e é aquele que finalmente será montado pelo filho de Davi. . . os rabinos queriam justapor Avraham, Moshe e Mashiach, que tinham o que nenhuma outra criação tinha - um status especial exaltado. . . Quanto ao Mashiach, o profeta diz: “Eis que meu servo será bem-sucedido, ele será exaltado e se tornará elevado e extremamente honrado” [Isaías 52:13]. O midrash interpreta: “exaltado” - mais do que Avraham; ‘elevado’ - ainda mais do que Moshe; e 'extremamente honrado' - mais do que os anjos ministradores [Tanchuma, Toldot 14]. Apenas esses três são mais elevados do que o tempo, o espaço e o universo ... O burro é o único animal não-casher especificado para o cumprimento de um mandamento - seu primogênito deve ser redimido. Chamor [burro] recebe o nome de chomri [físico, material] ... Os reis reinam sobre o mundo material, que é simbolicamente representado pela imagem de um homem montado em um animal. Esses três reis espirituais - Avraham, Moshe e Mashiach - que ascendem aos níveis mais elevados de espiritualidade, simbolicamente montam o burro, que representa o mundo material. Um cavalo seria, como regra, mais adequado para um rei, mas esses são reis espirituais ... ”

Maharal de Praga, Gur Arye, sobre Êxodo e Levítico, traduzido por Moshe David Kuhr, Gefen Publishers, pgs. 34-35


O Maharal está ligando o burro a esta mitzvah descrita no Êxodo,


“Todo primogênito de jumenta tu redimirás com um cordeiro; e se você não o resgatar, então você deve quebrar seu pescoço; e você deve resgatar todos os primogênitos do homem entre seus filhos. ”

Êxodo 13:13


O Zohar comenta sobre a ligação entre o cordeiro e o burro,


“O jumento e o cordeiro simbolizam as inclinações boas e más. O próprio mal pode ser transformado em bem pelo arrependimento: o “jumento” deve ser resgatado por um “cordeiro”. Em outras palavras, mesmo se um homem for um “jumento”, um ignorante espiritual, ele pode ser resgatado do exílio das trevas e incluído na redenção de Israel, “as ovelhas dispersas” (Jeremias 50:17). Mas se ele não se arrepender, 'tu quebrarás seu pescoço', ou seja, ele pertence aos obstinados que serão riscados do Livro da Vida, pois sobre tais pecadores impenitentes está escrito: 'Todo aquele que pecou contra mim, ele vou apagá-lo do meu livro '(Êxodo 22:33). ”

Zohar, Ra’aya Mehemna, 43a, Soncino Press Edition


Os Evangelhos descrevem Yeshua como o Cordeiro de D'us, montado em um jumento para Jerusalém,


“Quando eles se aproximaram de Jerusalém, de Bete-Esfago e Betânia, no Monte das Oliveiras, ele enviou dois de seus discípulos e disse-lhes:‘ Vão para a aldeia que está em frente de vocês. Assim que entrar nela, você encontrará um jovem burro amarrado, no qual ninguém se sentou. Desamarre-o e traga-o. Se alguém lhe perguntar: 'Por que você está fazendo isso?' Diga: 'O Senhor precisa dele' e imediatamente ele o mandará de volta aqui. 'Eles foram embora e encontraram um jovem jumento amarrado na porta do lado de fora, na rua aberta , e eles o desamarraram. Alguns daqueles que estavam lá perguntaram a eles: ‘O que vocês estão fazendo, desamarrando o jumentinho?’ Eles disseram a eles assim como Yeshua havia dito, e eles os deixaram ir. Eles trouxeram a jumenta para Yeshua, e jogaram suas vestes sobre ela, e Yeshua se sentou sobre ela. Muitos espalharam suas vestes no caminho, e outros estavam cortando galhos das árvores, e espalhando-as na estrada. Aqueles que foram na frente e aqueles que os seguiram gritaram: ‘Hoshia’na! Bendito aquele que vem em nome do Senhor! Bendito seja o reino de nosso pai Davi que está vindo em nome do Senhor! Hoshia’na nas alturas! ”

Marcos 11: 1-10


SEIS FRASCOS DE PEDRA


O Evangelho de João é escrito no nível do SOD. Tudo o que ele descreve em seu Evangelho aconteceu literalmente, mas ele selecionou esses relatos para ilustrar a profunda conexão mística de Yeshua e a Torá. João fecha seu Evangelho nos dizendo,


 "Existem também muitas outras coisas que Yeshua fez, que se fossem todas escritas, suponho que nem mesmo o próprio mundo teria espaço para os livros que seriam escritos."

João 21:25


Ele nos fala de um banquete de casamento não mencionado em nenhum dos outros Evangelhos,


“No terceiro dia, houve um casamento em Caná da Galiléia. A mãe de Yeshua estava lá. Yeshua também foi convidado, com seus discípulos, para o casamento. Quando o vinho acabou, a mãe de Yeshua disse a ele: ‘Eles não têm vinho.’ Yeshua disse a ela: ‘Mulher, o que isso tem a ver com você e comigo? Minha hora ainda não chegou. "Sua mãe disse aos servos:" Tudo o que ele disser a vocês, façam isso. "Agora, havia seis jarros de pedra com água colocados ali, segundo o método de purificação dos judeus, contendo dois ou três metretes cada. Yeshua disse a eles: ‘Encha os jarros de pedra com água’. Eles os encheram até a borda. Ele disse a eles: ‘Agora tire um pouco e leve ao governador da festa’. Então, eles o pegaram. Quando o regente da festa provou a água que agora se transformou em vinho, e não sabia de onde ela vinha (mas os servos que haviam tirado a água sabiam), o regente da festa chamou o noivo e disse-lhe: 'Todos servem primeiro o bom vinho e, quando os convidados já beberam à vontade, o que é pior. Você guardou o bom vinho até agora! 'Este início de seus sinais Yeshua fez em Caná da Galiléia, e revelou sua glória; e seus discípulos acreditaram nele. ”

João 2: 1-11


Várias perguntas devem ser feitas aqui. Por que Yeshua diz: “Minha hora ainda não chegou”? Por que João decide incluir o detalhe, “No terceiro dia ...”? Um princípio para entender o texto da Bíblia é que nenhuma palavra é supérflua. É bem sabido que um dia equivale a 1000 anos no pensamento judaico. Pedro parafraseia o Salmo 90: 4,


“... não se esqueça de uma coisa, amado, que um dia para o Senhor é  como mil anos e mil anos como um dia.”

2 Pedro 3: 8


Considerando isso, qual é o significado do terceiro dia de uma perspectiva judaica? No "terceiro dia" é a hora do "banquete de casamento" que ocorre no dia após o exílio de 2.000 anos, de acordo com Oséias 6: 2,


“Depois de dois dias, ele vai nos reviver. No terceiro dia ele nos levantará e nós viveremos diante dele. ”

Oséias 6: 2


O significado é: “Depois de 2.000 anos, ele nos ressuscitará e, no terceiro dia, nos levantará”. Surpreendentemente, vimos essa profecia se cumprir em nossos dias, com nossos próprios olhos. Estamos agora nos aproximando rapidamente do terceiro dia. 


Em 14 de maio de 1948, David ben Gurion anunciou o estabelecimento do Estado de Israel, cumprindo a profecia de Oséias 6: 2.


Gênesis Rabá comenta sobre Gênesis 22: 4, diz:


"NO TERCEIRO DIA. Está escrito: ‘Depois de dois dias Ele nos reanimará, no terceiro dia Ele nos levantará, para que possamos viver em Sua presença (Oséias 6: 2). no terceiro dia dos ancestrais tribais: 'E José disse-lhes no terceiro dia: Fazei e vivei (Gn 42:18);' no terceiro dia de Apocalipse: 'E aconteceu no terceiro dia , ao amanhecer (Êxodo 29:16) '; no terceiro dia dos espias: ‘E escondam-te ali três dias (Josué 2:16)’; no terceiro dia de Jonas: E Jonas esteve no ventre do peixe três dias e três noites (Jonas 2: 1); no terceiro dia daqueles que voltaram do exílio: 'E nós permanecemos lá três dias (Esdras 8:32)'; no terceiro dia da ressurreição: 'Depois de dois dias nos ressuscitará, no terceiro dia nos ressuscitará.' no terceiro dia de Ester: 'Aconteceu que no terceiro dia Ester vestiu-se vestuário real (Est. 5: 1) '- e ela vestiu o traje real de seu ancestral. Para o bem de quem? Os rabinos dizem: Por causa do terceiro dia, quando aconteceu o Apocalipse. R. Levi sustentou: ‘No mérito do que Abraão fez no terceiro dia’, como diz, ‘NO TERCEIRO DIA’, etc. ‘E VIU O LUGAR DEPOIS. O que ele viu? Ele viu uma nuvem envolvendo a montanha e disse: ‘Parece que aquele é o lugar onde o Santo, bendito seja Ele, me disse para sacrificar meu filho.”

Genesis Rabbah 56: 1, Soncino Press Edition


A “festa de casamento” é um símbolo do Reino Messiânico,


“O Reino dos Céus é como um certo rei, que fez uma festa de casamento para seu filho ...”

Mateus 22: 2, cf. Apocalipse 19: 9


Pirkei Avot diz:


“O julgamento é verdadeiro e tudo está preparado para o banquete”.

Pirkei Avot 3:16


Qual é o segredo do vinho?


“Judá e Ezequias, os filhos de R. Hiyya, uma vez se sentou à mesa com o Rabino e não disse uma palavra. Ao que disse: Dai aos jovens bastante vinho forte, para que digam alguma coisa. Quando o vinho fez efeito, eles começaram dizendo: 'O filho de Davi não pode aparecer antes que as duas casas governantes em Israel tenham chegado ao fim, isto é, o Exilarcado, na Babilônia e o Patriarcado na Palestina, pois está escrito , 'E ele será um santuário, uma pedra de tropeço e uma rocha de ofensa para ambas as casas de Israel.' Então ele [Rabi] exclamou: 'Vocês jogam espinhos em meus olhos, meus filhos!' R. Hiyya [seu discípulo] observou: 'Mestre, não se zangue, pois o valor numérico das letras de yayin (vinho) é setenta, e da mesma forma as letras de SOD: Quando yayin [vinho] entra, SOD [segredos] saem. ”

Sanhedrin 38a, Soncino Press Edition


Em hebraico, a palavra para vinho (yayin) e segredo (sod) têm a mesma gematria,


70 = יין = סוד


Ao descrever as pragas do Egito e o Nilo se tornando sangue, a Torá menciona que mesmo a água dentro de "vasos de pedra" se tornou sangue,


“HaShem disse a Moshe, 'Diga a Aaron, pegue sua vara, e estenda sua mão sobre as águas do Egito, sobre seus rios, sobre seus riachos, e sobre seus tanques, e sobre todos os seus tanques de água, para que eles se tornem sangue; e haverá sangue em toda a terra do Egito, tanto em vasos de madeira como em vasos de pedra. ”

Êxodo 7:19


Assim como Moshe transformou a água em sangue, Mashiach transformou a água em vinho. No entanto, por que existem seis jarros de pedra que contêm a água que Yeshua transforma em vinho? Por que diz seis especificamente? É bem sabido que 6 é o “número do homem” (Ap 13:18). Mas por que? Porque Adão foi criado no sexto dia e representa o ápice da Criação. Os seis jarros de pedra referem-se aos Seis Dias da Criação,


“… Pois em seis dias HaShem fez o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e descansou no sétimo dia; portanto HaShem abençoou o dia de sábado, e o santificou. ”

Êxodo 20:11


O Talmud diz,


“O mundo vindouro não é como este mundo. Neste mundo há o problema de colher e pisar [as uvas], mas no mundo vindouro um homem trará uma uva em um vagão ou navio, colocará em um canto de sua casa e usará seu conteúdo como [ se fosse] um grande barril de vinho, enquanto sua madeira seria usada para fazer fogueiras para cozinhar. Não haverá uva que não contenha trinta barris de vinho ... ”

Ketubot 111b, Soncino Press Edition


Essa ideia é ainda expressa no texto 2o Baruque,


“A terra também produzirá seus frutos dez mil vezes mais e em cada videira haverá mil ramos, e cada ramo produzirá mil cachos, e cada cacho produzirá mil uvas, e cada uva produzirá um kor de vinho ...”

2 Baruch 29: 5-8


No Tractate Sanhedrin, R ’Yehoshua comenta,


“O que é aquilo que nenhum olho viu? R ’Yehoshua ben Levi disse: Este é o vinho preservado em suas uvas desde os seis dias da Criação. Reish Lakish diz: Este é o Éden. ”

Sanhedrin 99a, Editores Mesorah


O Midrash Rabbah diz:


"Israel ... se ocupou com a Torá que é mais doce do que o mel, o Santo, bendito seja Ele, irá, portanto, no além, dar-lhes a beber do vinho que é preservado em suas uvas desde os seis dias da Criação."

Números 13: 2, Soncino Press Edition


O comentário do Artscroll sobre esta passagem no Sanhedrin 99a explica,


A recompensa é alegoricamente retratada como vinho, porque nada alegra mais o coração de uma pessoa neste mundo do que o vinho. É descrito como “preservado em suas uvas desde a Criação” para transmitir que nenhum ser humano jamais o percebeu, assim como ninguém tocou no vinho que ainda está dentro de suas uvas (Yad Ramah a 90a). Vinho preservado em suas uvas desde a Criação ”é uma metáfora para a sabedoria secreta da Torá que não foi revelada ao homem. Essa sabedoria será revelada aos justos no mundo vindouro (Midrash Ne'elam, citado por Margaliyos HaYam; Even Sheleimah 11: 11; ver também Maharsha [Berachos ibid.] E Maharal. ”

Comentário do Artscroll ao Sanhedrin 99


Yeshua diz: “Minha hora ainda não chegou” porque o Reino Messiânico ainda não chegou. Mesmo assim, ele nos dá um gostinho de vinho escondido pelo Olam Haba, o Mundo que Vem. Isso nos ensina que não precisamos esperar que o Reino o traga aqui agora. O Reino pode estar aqui, agora, trazido por nossas mitzvot. Sua manifestação completa virá quando Mashiach retornar, mas podemos trazer um gostinho do Reino Messiânico hoje.


IMAGENS DE ESPELHO

O Midrash Rabbah diz:


“R. Berequias disse em nome de R. Isaac: Como foi o primeiro redentor, assim será o último Redentor. O que é afirmado sobre o antigo redentor? E Moisés tomou sua mulher e seus filhos, e os pôs sobre um jumento (Êxodo 4:20). Da mesma forma será com o último Redentor, como é declarado, Humilde e montado em um burrinho (Zc.9: 9). Como o primeiro redentor fez descer o maná, como está declarado: Eis que farei chover pão do céu para vocês (Êxodo 16: 4), o mesmo acontecerá com o último Redentor faz com que o maná desça, como está declarado. Que ele seja como um rico milharal na terra (Salmos 72:16). Assim como o primeiro redentor fez subir um poço, o último redentor fará subir água, como está declarado: E uma fonte sairá da casa do Senhor, e regará o vale de Sitim (Joel 4:18) . ”

Kohelet Rabbah 1:28, Soncino Press Edition


O estudioso judeu Joseph Klausner comenta,


“. . . Assim como Moisés trouxe redenção para seu povo, o Messias também trará redenção. . . Assim como Moisés, após se revelar a seus irmãos no Egito e anunciar a eles que a libertação estava próxima, foi forçado a se esconder por um tempo, assim também o Messias será forçado a se esconder após as primeiras revelações, assim como Moisés cruzou de Midiã ao Egito montado em um jumento (Êxodo 4:20), assim também o Messias virá montado em um jumento; assim como Moisés fez chover maná do céu, o Messias trará diferentes tipos de alimentos de uma forma milagrosa; e assim como Moisés deu aos filhos de Israel poços e fontes de água no deserto, assim também o Messias fará com que riachos de água corram no deserto. Não apenas isso, mas a aceitação do sofrimento por causa das iniqüidades dos outros, que a lenda judaica tardia atribui ao Messias ... também é atribuída ao nosso mestre Moisés. (Isso pode ser chamado de sofrimento por expiação; os estudiosos cristãos chamam de sofrimento vicário, e no Cristianismo essa ideia se tornou um importante artigo de fé.) ”

Joseph Klausner, The Messianic Idea in Israel, páginas 17-18, 1927


 Os paralelos entre Yeshua e Moshe são numerosos. Como o primeiro redentor foi, assim será o segundo redentor.


O ARBUSTO  ARDENTE


Em um dos momentos mais incríveis da história, Moshe ficou cara a cara com HaShem,


“O Mensageiro de HaShem apareceu a ele em uma chama de fogo do meio de uma sarça (סְּנֶ֑ה). Ele olhou, e eis que a sarça queimou com fogo, e a sarça não se consumiu. ”

Êxodo 3: 2


O Targum identifica o 'Mensageiro' no arbusto como Zagnugael ( outro nome do Messias), que é um dos 70 nomes de Metatron, que Kol HaTor identifica como o "Mashiach ben Yosef de cima",


“Mas Mosheh estava cuidando do rebanho de Jetro, seu sogro, o rabá de Midiã; e ele conduziu o rebanho a um local agradável de pasto que fica atrás do deserto, e chegou à montanha na qual foi revelada a glória do Senhor, o Horebe. E Zagnugael, o Mensageiro  do Senhor, apareceu para ele em uma chama de fogo no meio da sarça. E ele olhou, e eis que a sarça queimou com fogo, mas a sarça não foi nem queimada nem consumida pelo fogo. ”

Targum Onkelos em Êxodo 3 [3]


HaShem instrui Moshe a tirar suas sandálias,


“Ele disse:‘ Não se aproxime. Tire as sandálias dos pés, pois o lugar em que você está é solo sagrado. ”

Êxodo 3: 5


Um evento semelhante acontece com Josué,


“Aconteceu que, quando Josué estava perto de Jericó, ele ergueu os olhos e olhou, e eis que um homem estava diante dele com a espada desembainhada. Josué foi até ele e disse-lhe: ‘És tu por nós ou pelos nossos adversários?’ Ele disse: ‘Não, mas vim agora como comandante do exército de HaShem. Josué caiu com o rosto no chão, adorou e disse-lhe: ‘O que meu senhor diz ao seu servo? O príncipe do exército de HaShem disse a Josué: ‘Tire os sapatos dos pés; pois o lugar em que você está é santo. Josué fez isso. ”

Josué 5: 13-15


Porém, por que o Mensageiro de HaShem apareceria em um espinheiro? Os espinhos estão relacionados com a maldição sobre Adão,


“A Adão disse: Porque ouviste a voz de tua esposa e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comereis dela; maldita é a terra por tua causa. Na labuta, você comerá dela todos os dias de sua vida. ”

Gênesis 3:17


Não seria mais apropriado aparecer no meio de um imponente cedro do Líbano? Rashi explica,


“E o Mensageiro de D'us apareceu a ele em uma chama de fogo do meio de um espinheiro (3: 2)” Por que em um espinheiro e não em alguma outra árvore? A fim de demonstrar que “Eu estou com eles em suas aflições”.

Rashi, citado em Chabad.org


Isaías 63 diz:


“Em todas as suas aflições ele foi afligido, e o Mensageiro de sua presença os salvou; em seu amor e em sua piedade ele os redimiu; ele os ergueu e carregou todos os dias da antiguidade. ”

Isaías 63: 9, ESV


Este é o segredo do porque o Mashiach usava uma coroa de espinhos,


“Eles trançaram uma coroa de espinhos e colocaram em sua cabeça, e uma vara em sua mão direita; e ajoelhando-se diante dele, zombavam dele, dizendo: Salve, rei dos judeus! Eles cuspiram nele, pegaram a vara e bateram em sua cabeça. ”

Mateus 27: 29-30


CARA A CARA


Como mencionado antes, a Torá distingue Moshe de outros profetas,


“Todos os profetas olharam para um vidro opaco (espelho escuro), mas Moisés olhou através de um vidro transparente (espelho brilhante).”

Yevamoth 49b, Soncino Press Edition


Paulo fala da revelação final do Redentor, quando todos verão através de um espelho brilhante e claro,


"O amor é paciente e gentil; o amor não inveja nem se vangloria; não é arrogante ou rude. Não insiste em seu próprio caminho; não é irritável ou ressentido; não se alegra com o mal, mas se alegra com a verdade. O amor suporta todas as coisas, acredita em todas as coisas, espera todas as coisas, dá suporte a todas as coisas. O amor nunca acaba ... Por enquanto vemos em um espelho, vagamente, mas depois cara a cara. Agora eu sei em parte, mas então saberei totalmente, assim como também era totalmente conhecido. Mas agora a fé, a esperança e o amor permanecem - esses três. O maior deles é o amor. ”

1 Coríntios 13: 4-8,12-13, ESV


Salomão disse,


“Que ele me beije com os beijos de sua boca! Pois o seu amor é melhor do que o vinho. ”

Cântico dos Cânticos 1: 2, ESV


Sabedoria, que é a Torá Primordial, diz


“Venha, coma um pouco do meu pão, beba um pouco do vinho que eu preparei!”

Provérbios 9: 5, cf. Gênesis 14:18


R ’Yitzchok Wagshul comenta,


“A revelação deste Grande Amor é realizada através do estudo da Torá, que é comparada ao vinho. Este é o significado interno do ditado talmúdico "Quando o vinho [referindo-se à Torá] entra em uma pessoa, o segredo [referindo-se ao anseio de sua alma por D'us] sai" ... Quando o "vinho" da Torá entra no sistema de uma pessoa, quando ele ou ela faz da Torá o objeto do pensamento e da fala de sua alma - através do estudo e ensino da Torá - e ações - através do cumprimento efetivo de mitzvot - isso estimula a própria alma e traz seu Grande Amor à tona ... Nosso verso, também, refere-se a "olhos injetados de vinho" é falar do grau de Amor Delicioso que resulta depois que alguém conseguiu, através do vinho da Torá, trazer o Grande Amor "escondido" dentro de sua alma. "

Yitzchok D. Wagshul, Eyes Red with Wine: Part 2, Chabad.org


A benção sobre o vinho diz,


בָּרוּךְ אַתָּה יְיָ אֱלֹקינוּ מֶלֶךְ הָעוֹלָם בּוֹרֵא פְּרִי הַגָּפֶן


Baruch atah HaShem, Elokeinu Melech HaOlam, borei pri hagafen


Bendito és tu HaShem, nosso D'us, Rei do Universo, que cria o fruto da videira.


Yeshua diz,


“Eu sou a Videira Verdadeira e meu Pai é o viticultor. Todo ramo em mim que não dá fruto ele tira, e todo ramo que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ... Como o Pai me amou, eu também te amei. Permaneça em meu amor. Se você guardar meus mandamentos, você permanecerá em meu amor, assim como eu guardei os mandamentos de meu Pai e permaneço em seu amor. Estas coisas vos tenho falado, para que a minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja completa. “Este é o meu mandamento, que vocês se amem como eu os amei. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida por seus amigos. ”

João 15: 1-2,9-13, ESV


REFERÊNCIAS


Targum Yonatan para Gênesis 49


R ’Ari Kahn, M’oray HaAish, Moshe, o Surgimento de um Líder


Targum Onkelos em Êxodo 3


Aqui está toda a passagem do Midrash Tanchuma, Toledot 14, em hebraico (de: http://kodesh.snunit.k12.il/tan/b0006.htm/#14):

שיר למעלות אשא עיני אל ההרים וגו'(תהלים קכא), זשה"כ (זכריה ד) מי אתה הר הגדול לפני זרובבל למישור זה משיח בן דוד, ולמה נקרא שמו הר הגדול שהוא גדול מן האבות שנאמר (ישעיה נב) הנה ישכיל עבדי ירום ונשא וגבה מאד, ירום מאברהם ונשא מיצחק וגבה מיעקב, ירום מאברהם שנאמר (בראשית יד) הרמותי יד אל ה', ונשא ממשה שאמר (במדבר יא) כי תאמר אלי שאהו בחיקך, וגבה כמלאכי השרת שנאמר (יחזקאל א) וגבותם מלאות עינים, לכך נאמר מי אתה הר הגדול, וממי הוא יוצא מזרובבל, ולמה נקרא שמו זרובבל מפני שנולד בבבל, ומי הוא מדוד שנאמר (ד"ה א ג) ובן שלמה רחבעם אביה בנו וגו', עד ודליה וענני שבעה (ס"א ע"כ דברי הימים) ומהו ענני זה משיח (זכריה ד) כי מי בז ליום קטנות שבעה אלה שנאמר (דניאל ז) הזה הוית בחזוי ליליא וארו עם ענני שמיא כבר אנש אתה הוא, וענני שבעה מהו שבעה מה שכתוב במלך המשיח כי כי בז ליום קטנות שבעה אלה , לכך נאמר מי אתה הר הגדול זה שכתוב בו (ישעיה יא) ושפט בצדק דלים וגו '(זכריה ד) והוציא את האבן הראשה וגו' מה כתיב אחריו באדין דקו כחדה וגו' וכתיב ואבנא די מחת לצלמא הות לטור רב ומלאת כל ארעא (דניאל ב) לכך נאמר מי אתה הר הג דול, והיכן הוא בא דרך ההרים שנאמר (ישעיה נב) מה נאוו על ההרים רגלי מבשר וגו’, באותה שעה יהיו ישראל מסתכלין ואומרים אשא עיני אל ההרים מאין יבא עזרי עזרי מעם ה’ עושה שמים וארץ אמן כן יהי רצון:


Yitzchok D. Wagshul, Eyes Red with Wine: Part 2, Chabad.org


Traduzido por R ’Moshe Shulman, Judaism’s Answer (site anti-missionário)


Um Prefácio a Mashiach: Definindo o Registro, Beis Mashiach

Nenhum comentário: